Comissão da Verdade

Conselhos de Direitos

Notícias

12/02/2007

Adolescentes recebem cartilha com orientação sexual na escola

Alunos do Ensino Médio da rede estadual de ensino vão receber, a partir de março, agendas com dicas de filmes, jogos, hobbies, beijos, prevenção para Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis (DST). O material é parte do programa federal Saúde e Prevenção nas Escolas Curitiba - Em Curitiba o projeto atende cerca de 15 mil estudantes de 34 escolas municipais e estaduais. De acordo com a coordenadora do Programa municipal de DST/Aids, Mariana Thomaz, o material é uma complementação para um trabalho que é realizado desde 2003, sobre orientação sexual e prevenção de problemas como gravidez precoce e as DST´s. Com linguagem informal e desenhos em quadrinhos, a agenda traz dicas e esclarecimento de mitos sobre masturbação masculina e feminina. Intuito - Para a coordenadora nacional do programa, Mariângela Galvão, o intuito não é estimular o jovem a iniciar a vida sexual. “Falar sobre ficar, não é induzi-lo e sim orientá-lo, porque queiram os pais ou não, o jovem é que vai decidir quando transar pela primeira vez”, afirma. A expectativa é que sejam distribuídos 400 mil exemplares nas escolas do país. De acordo com a coordenadora do programa, antes de usar a cartilha em sala de aula, os professores passam por uma orientação para falar sobre o assunto. Fonte: Gazeta do Povo
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.